deslocamentos

Deslocar-se.

Diz-se das variações de um corpo ou objeto em determinado espaço de tempo.

No espaço cartesiano, esse movimento tem um ponto de partida e um ponto de chegada.

A física quântica desloca esse sentido para múltiplos vetores, com possibilidades de variações de direção e sentido(s).

Nos exercícios apresentados nesta publicação, proponho deslocamentos de sentidos com olhar poético e incerto para o porvir: desenhando o deslocamento de corpos, habitats, pensamentos e relações, confluindo numa cidade utópica de contornos (in)definidos e, no entanto, já pressentidos.

Proponho deslocamentos via relações com edificações móveis, fluidas, provisórias, reconstruídas, solares... Espaços-tempos que encontram abrigo na imaginação da arquiteta-artista, convite a reverberações nos que, de passagem, avistarem suas proposições.

 

Publicação digital, edição da artista, diagramação Bianca Justino, dimensões variáveis, 23 páginas, 2020.

Katia Véras

@katiaverasarquiteta

Arquiteta e urbanista pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, com mestrado em Projeto e Tecnologia do Ambiente Construído (PósARQ - UFSC). É professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC  e da pós-graduação em Interiores da Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI. Dirige o Atelier Vertical, atuando em arquitetura residencial, comercial e de interiores. Com 30 anos de carreira, desenvolve, também, projetos ligados às artes e ao design, com participações em eventos como Casacor SC e Bienal Brasileira de Design, na qual foi curadora da exposição “Coletivos Criativos”.  Em 2019, tomou parte da exposição coletiva “Toda paixão beira o caos, a do colecionador beira o caos da memória", no Memorial Meyer Filho, em Florianópolis.

mini bio

foto Katia PB.jpg